SOBRE A ARTE

SOBRE A ARTE

Pintura de Modigliani é encontrada através dos 'Panama Papers'


Um quadro de Amedeo Modigliani (1884-1920) foi apreendido no porto de Genebra, na Suíça. De acordo com documentos da "Panama Papers", a pintura pertencia à offshore International Art Center (IAC), da família Nahmad.


Segundo os vazamentos, a obra intitulada “Homem sentado apoiado numa bengala” foi roubada pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial e adquirida pela companhia em 1996 em Londres. A “Modex Corp”, empresa canadense especializada em encontrar peças roubadas, suspeitava já suspeitava da família Nahmad, que tem uma coleção privada estimada em 4500 peças armazenadas nos portos francos de Genebra, que são espaços isentos de impostos.


A justiça americana foi acionada em 2011 pela “Modex Corp”, quando Philippe Maestracci, neto do verdadeiro dono, quis recuperar o Modigliani. Em defesa, a família Nahmad disse não ser dona da pintura e alegou ser propriedade da IAC. Entretanto, um documento obitdo através dos "Panama Papers" publicado na semana passada pelo jornal suíço “Le Matin“ e pelo francês “Le Monde” revela que a família Nahmad é a verdadeira dona da offshore.


Em entrevista para a Radio-Canada, David Nahmad, que é judeu, declarou que jamais aceitaria possuir uma obra de arte roubada pelos nazistas. "Eu não conseguiria dormir à noite se soubesse que tenho um objeto roubado", afirmou.

#Modigliani

EM DESTAQUE
ÚLTIMOS POSTS
CATEGORIAS
TAGS
Nenhum tag.
ARQUIVO