SOBRE A ARTE

SOBRE A ARTE

Conheça cinco livros imperdíveis de Gabriel García Márquez


Ganhador do Prêmio Nobel de Literatura em 1982, o autor conquistou o mundo graças ao seu “realismo mágico”, estilo literário que se espalhou pela América Latina e se tornou marca registrada do continente.


Considerada a obra-prima de sua carreira artística, “Cem Anos de Solidão” é vista pelos especialistas da área como um dos monumentos da literatura em língua espanhola, ficando atrás somente de “Dom Quixote”. Conheça os principais livros publicados pelo autor:


Nascido no dia 6 de março de 1927 em Aracataca, na Colômbia, Gabo cresceu apaixonado por livros. No entanto, em 1947, ele iniciou o curso de direito e de ciências políticas na Universidade Nacional da Colômbia, mas não se formou e seguiu o mundo do jornalismo. Em abril de 2014 morreu no México, onde vivia com a esposa Mercedes, aos 87 anos.


Atualmente, é possível conhecer a produção escrita de Gabriel García Márquez no portal La Gaboteca, da Biblioteca Nacional da Colômbia. Lá estão disponíveis, gratuitamente, suas poesias, reportagens e memórias. A Universidade do Texas (EUA), que possui um vasto acervo do escritor, deve lançar até 2018 um site com diversos manuscritos feitos por Gabo.

Amor nos Tempos do Cólera

Gabo se inspira na história de amor de seus pais para construir o romance desta obra. Ainda muito jovem, o telegrafista, violinista e poeta Gabriel Elígio Garciá se apaixonou por Luiza Márquez, mas o romance enfrentou a oposição do pai da moça. O coronel Nicolas tentou impedir o casamento enviando a herdeira ao interior. Para manter seu amor, Gabriel montou, com a ajuda de amigos telegrafistas, uma rede de comunicação que alcançava Luiza onde ela estivesse.


Cem Anos de Solidão

O livro, considerado a obra-prima do autor, narra a história dos Buendía, uma estirpe de solitários que habitam a mítica aldeia de Macondo. A narrativa desenvolve-se em torno dos membros da família, com a particularidade de que todas as gerações foram acompanhadas por Úrsula, a centenária matriarca.


O Outono do Patriarca

Para Gabo, "O Outono do Patriarca" funciona como um poema sobre a solidão do poder. O livro conta a trajetória de um ditador com idade indefinida entre 107 e 232 anos, vagando num universo onde tudo conduz à lembrança do tempo acumulado. No palácio presidencial, onde pastam vacas, o patriarca é um solitário entre concubinas, perseguido por um apetite sexual senil, ouvindo harpas ao vento e a subida das marés, atrasando relógios e maquinando em um cenário no qual galinhas errantes bicam móveis e cadáveres.


Crônica de uma Morte Anunciada

Apesar de levar o nome de "crônica", não se sabe se a história aconteceu de fato. Neste livro, Santiago Nasar vai ao encontro de uma morte certa. Passou uma noite de vinho e mulheres, rindo e compartilhando da devassidão com aqueles que serão seus carrascos. Assistiu às bodas de Angela Vicario, a noiva devolvida por não ter se mantido virgem até o casamento, e que mencionou o nome de Santiago quando quiseram saber, dela, a verdade.


Notícias de um Sequestro

Expoente do jornalismo literário na América Latina, Gabo colheu depoimentos de dezenas de pessoas envolvidas no drama de sequestros ocorridos na Colômbia em 1990, inclusive um deles ocorrido com uma amiga próxima. Mesclando histórias reais com ficção, o livro tem o objetivo de mostrar as diversas facetas da dramática situação vivida no país, especificamente a guerra ao trafico de drogas.

#GabrielGarcíaMárquez

EM DESTAQUE
ÚLTIMOS POSTS
CATEGORIAS
TAGS
Nenhum tag.
ARQUIVO